O que é uma Holding Familiar e seus benefícios

Muito mais do que criar um patrimônio é importante saber preservá-lo durante as gerações. Holding Familiar se trata disso: dar continuidade aos negócios da família.  Através dessa estrutura,  é possível centralizar o patrimônio familiar, facilitando a gestão coletiva. Estabelecendo-se os critérios de participação de cada membro familiar, evitando que eventuais conflitos familiares interfiram no ambiente empresarial.

Para garantir que os conflitos entre membros da família não prejudiquem a empresa. É fundamental que haja um planejamento sucessório, realizado à luz da estratégia organizacional e de forma profissional. Neste sentido, essa solução está subdividida em duas frentes: pura e mista.

A Holding Familiar pura é aquela criada apenas como controladora, ou seja, terá como objetivo social apenas a administração de bens e sociedades. Já a holding familiar mista é aquela que, além de controladora, exerce alguma atividade empresarial. Como por exemplo, atividade comercial ou industrial.

 

Holding Familiar e a terceira geração

 

A passagem da segunda para a terceira geração é o momento em que filhos, genros, noras, netos, são inseridos na dinâmica empresarial. O que pode comprometer a gestão corporativa em função de desentendimentos, competições e conflitos pelo poder. Segundo dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas) e do Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas), são mais de 90% das empresas constituídas no país são familiares, entretanto, a cada 100 empresas familiares abertas e ativas, apenas 30 sobrevivem à primeira sucessão e cinco chegam à terceira geração. 

Para evitar que os conflitos prejudiquem o desenvolvimento da companhia. É necessário que esta possua uma administração bem estruturada. Vinculada aos princípios de transparência, equidade e prestação de contas, bases da Governança Corporativa.

 

Benefícios da Holding Familiar para a empresa

Antes de ser constituída a holding, é preciso elaborar um estudo de análise da sua viabilidade e, além disso, os envolvidos da família deverão estar de comum acordo. Caso contrário, a gestão e o sucesso da holding familiar serão comprometidos, e sua instituição não alcançará os resultados pretendidos. 

Vale ressaltar que não existe uma fórmula pronta, pois o trabalho depende das análises de diversos fatores e fatos. Entretanto, os benefícios desse processo são importantes e grandiosos:

 

  • Vantagens fiscais oriundas de incentivos legais decorrentes da redução ou – em determinados casos – a isenção de diversos impostos (que incidem sobre doações, transmissão de bens, herança, dentre outros);

 

  • Organização e segregação do patrimônio familiar, permitindo a(o) chefe da família maior flexibilidade na condução empresarial ao mesmo tempo que protege os bens destinados ao conforto e bem-estar da família;

 

  • Estabilidade do poder decisório na empresa operacional;

 

  • Simplificação do processo decisório e uma consequente redução dos gastos com o processo de inventário e despesas cartoriais.

 

Holding Familiar é na Arquivo

 

Já está mais que claro que planejar a sucessão e proteger seu patrimônio evita aborrecimentos no futuro. Com brigas entre familiares, além de possibilitar economia tributária. 

Para que isso aconteça, é importante que você, sua família e sua empresa estejam assessorados por uma empresa capacitada e que, principalmente, saibam utilizar os instrumentos disponíveis seja por meio da constituição de empresas holding, de doações, de testamento ou pactos.

Ao todo, nós da Arquivo, atuamos em quatro modelos de Holding: Empresarial, Offshore, Familiar e Patrimonial. 

Vamos conversar?

Compartilhe essa notícia:
Maria Eduarda Alves Xavier2020-08-10T18:03:46+00:0010 de agosto de 2020|Noticias|