Reajuste feito pelo governo sobe teto para R$6.101,06, para quem recebe acima de um salário mínimo.

Nesta terça-feira (14) o governo federal oficializou um reajuste de 4,48% para pessoas aposentadas e beneficiadas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) que estejam recebendo, atualmente, mais de 1 salário mínimo. Com a oficialização do reajuste, o teto dos benefícios do INSS passa de R$ 5.839,45 para R$ 6.101,06 a partir de janeiro de 2020. De acordo com a legislação federal, o índice de reajustes do benefício de aposentados e pensionistas que recebem valor superior ao de um salário mínimo é definido segundo a variação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) do ano anterior.

A cobrança da contribuição dos trabalhadores pelo INSS também é um reflexo do reajuste. Para empregados com carteira assinada, domésticos e trabalhadores avulsos, a alíquota passa a ser:
– De 8% para quem ganha até R$ 1.830,29
– De 9% para quem ganha entre R$ 1.830,30 e R$ 3.050,52
– De 11% para quem ganha entre R$ 3.050,53 a R$ 6.101,06

Essas alíquotas são relativas aos salários pagos em janeiro e que deverão ser recolhidas até 29 de fevereiro.

Confira na íntegra a publicação feita no Diário Oficial da União.

http://www.in.gov.br/en/web/dou/-/portaria-n-914-de-13-de-janeiro-de-2020-237937443

Compartilhe essa notícia:
Paulo Redel2020-01-15T10:11:55+00:0015 de janeiro de 2020|Sem categoria|